Porque investir na saúde mental dos colaboradores de sua empresa?

Transtorno mental é a 3ª causa de afastamentos de trabalho.

Episódios depressivos são a principal causa de pagamento de auxílio-doença não relacionado a acidentes de trabalho, correspondendo a 30,67% do total

No Brasil, transtornos mentais e comportamentais são a terceira causa de incapacidade para o trabalho, correspondendo a 9% da concessão de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez

Quando se olha para o quadro de auxílios pagos relacionado ao trabalho, os números são ainda mais expressivos. Reações ao “stress” grave e transtornos de adaptação, episódios depressivos e outros transtornos ansiosos causaram 79% dos afastamentos no período de 2012 a 2016.

Dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), revelam os quatro grupos de atividades mais vulneráveis a transtornos mentais, sendo:

01

03

Coletivo urbano (motoristas e cobradores)

02

Atividade bancária

(gerente de contas e agências)

Educação fundamental (professor da 1° a 4° serie)

04

Vigilância e segurança

(armada e desarmada)

A coordenadora de Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Karla Baêta, explica que os riscos à saúde mental devem ser identificados e geridos da mesma forma lógica e sistemática que outros riscos de saúde e segurança no local de trabalho. “O reconhecimento por parte dos empregadores e dos trabalhadores da relação entre o trabalho e o adoecimento mental é o primeiro passo para a melhoria dos ambientes e processos, resultando na prevenção destes agravos e na promoção da saúde do trabalhador”, ressalta Baêta.

“Esses números mostram a importância da saúde mental no ambiente de trabalho. E como esse local pode, se não for um ambiente bem organizado e que leve em consideração a saúde do trabalhador, ser danoso para o funcionário. Daí a importância de trabalhadores, empresas e a sociedade como um todo, atentar para essa situação”, conclui o coordenador de Saúde Mental do Ministério da Saúde, Quirino Cordeiro.

 

​O que é?

A Síndrome de Burnout é um termo psicológico que refere a exaustão prolongada e a diminuição do interesse em trabalhar, considerada um grande problema no mundo profissional da atualidade.

O termo Burnout é utilizado quando o motivo primário do esgotamento está correlacionado com a atividade/ambiente profissional. Já o estresse pode aparecer em vários contextos. O termo vem do idioma inglês: burn (queimar) out (por inteiro).

Muitas vezes, se faz confusão entre Síndrome de Burnout e estresse. O que acontece, na verdade, é que os sintomas do estresse estão presentes na Síndrome de Burnout.

Síndrome de Burnout

FONTE: ANAMT - Associação Nacional de Medicina do Trabalho / ALBERT EINSTEIN - Sociedade Beneficente Israelita Brasileira

E você, como acha que pode ser trabalhada a saúde mental em sua empresa?

Se esta pergunta ficou difícil para ser respondida, fale com a gente.

Temos uma proposta.

Preencha suas informações
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now